quinta-feira, 4 de março de 2010

E-reader um sonho talvez mais próximo

Fiquei completamente mauloco aqui na minha toca de hobbit quando a Amazon lançou o Kindle, o primeiro leitor de e-books que usa a tecnologia e-ink, isso significa que se você não mudar de página o leitor não vai gastar bateria, fora o fato de não agredir os olhos, porem, a desvantagem é que o display não suporta cores, tudo fica preto e branco, mas para ler, isso serve, saiba mais sobre o Kindle aqui.

Depois de ser lançado, e como tudo que vende bem, foram criados os seus concorrentes, alguns muito interessantes, bonitos, com duas telas, 3G, WiFi, alguns gigas de armazenamento e um até já suporta cores, mas o problema é, e sempre vai ser na área de tecnologia, o preço, o fabricado pela Fujitsu que suporta 260 mil cores custa a bagadela de US$ 1.000,00 ou aproximadamente R$2.000,00 no japão.

Agora você me pergunta, porque eu acredito que tudo isso está mais próximo de ser tornar interessante para os brasileiros, a resposta vem do Gato Sabido (Não é um gato de verdade, é uma livraria virtual ok?), eles lançaram a algum tempo o primeiro e-reader Brasileiro, o Cool-er (Que não é o ventiladorzinho do seu PC).

Ele está bem longe de ser um daqueles legais cheios de funções, ele não tem teclado físico apenas um virtual (e digamos que teclado virtual nesse tipo de aparelho é sofrível), a tela não é sensível ao toque, tudo é feito pelos direcionais ao lado do aparelho e o tempo de resposta dos comando é de aproximadamente 2 segundos, vem em 8 cores (bem feinho o bichinho viu), e o preço? tá sentado? ok, R$750,00

É caro, mesmo com suas funcionalidades (na minha opinião), mas deve estar entre os mais baratos aqui no Brasil e é uma boa opção para quem já está na era de aquários digo, era do E-book e não quer atolar as estantes de casa com todos os livros que já leu e quer poder transportar milhares de livros na mochila. veja mais sobre ele aqui.

Algumas pessoas falam de usar netbooks como e-reader, porem, eles não tem a e-ink para não destruir os seus olhos depois de horas lendo Senhor Dos Anéis, e nem economizam a bateria.

O que importe é que com os concorrentes surgindo e chegando no Brasil poderemos ter uma opção mais "barata" e ainda por cima de uma empresa tupiniquim.

Se o preço um dia chega lá pros R$400,00 esse hobbit vai pensar em comprar um.

Infos, fontes e mais [MeioBit] e [Info]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos bater um papo.